quarta-feira, 16 de abril de 2014

Várias famílias são beneficiadas pela distribuição de cestas e peixe em Araguanã

A Prefeitura Municipal de Araguanã, por meio da Secretaria de Assistência Social, realizou na manhã desta quarta-feira (16), a entrega de cestas básicas e peixe para várias famílias do município.

Valmir Amorim e a equipe do CRAS e da Assistência Social na distribuição das cestas
Ao todo, foram distribuídas 1500 cestas e cerca de 3 mil toneladas de peixe fresco, as famílias carentes da cidade. Cada cesta básica era acompanhada por dois quilos de peixe.

Vale ressaltar que, não gestão passada era distribuída apenas 500 cestas básicas e mil quilos de peixe, onde ficavam diversas famílias sem receber o alimento. Porém, em menos de dois anos de governo do prefeito Valmir Amorim, esse número foi triplicado, sendo 1500 cestas e 3 mil quilos de peixe distribuídos, vindo a beneficiar diversas de famílias carentes do município.

A entrega das cestas para as famílias aconteceu no Centro de Referência e Assistência Social de Araguanã, e contou com a presença do prefeito Valmir Amorim, da Secretária de Assistência Social e primeira-dama Jaqueline Amorim, Alice Morais diretora do CRAS, além das equipes da Assistência Social e Cras.

Valmir Amorim e Jaqueline Amorim distribuindo as cestas básicas as famílias

As cestas básicas são compostas por itens básicos como, arroz, feijão, farinha leite, açúcar, café, óleo, sardinha, biscoito, entre outros.

Para o prefeito Valmir Amorim, a distribuição das cestas e do peixe durante a Semana Santa é uma forma de garantir às famílias uma ceia digna e de qualidade.

1500 cestas básicas foram distribuídas as famílias
Valmir Amorim disse ainda, que a Semana Santa e a celebração da Páscoa são ocasiões que merecem toda a atenção do governo. Significa realizar da melhor forma possível um trabalho de solidariedade as famílias que mais precisam, distribuindo o alimento sagrado para ceia da páscoa. “Fizemos questão de estarmos aqui, presentes na distribuição dos peixes, contribuindo para levar mais alegria às pessoas e mesa mais abastada a família araguanense. Quero desejar muita união e paz à população de nossa cidade, não apenas na Semana Santa, mas durante todo o ano. Que Deus abençoe a todos”, finalizou.

Entrega das cestas formou enorme fila, no qual mostra organização
Prefeito Valmir Amorim disse está feliz por proporcionar este momento as famílias de Araguanã
Valmir Amorim participou ativamente da entregas das cestas básicas
Entrega das cestas ocorreu no CRAS de Araguanã
Entrega do peixe, 3 mil quilos foram distribuidos
Entrega do peixe
Valmir Amorim entregando cestas as famílias
Prefeito Valmir Amorim beneficia várias famílias com a entrega das cestas na semana santa
Entrega do peixe
Liderança política Amaral ao lado do prefeito Valmir Amorim
Valmir Amorim realizou a alegria de várias familias araguense



terça-feira, 15 de abril de 2014

Duzentos e trinta apenados foram beneficiados com a saída temporária no feriado da Semana Santa, segundo a Corregedoria Geral de Justiça do Maranhão. A medida foi autorizada por meio da portaria assinada pelas juízas Ana Maria Almeira Vieira e Sara Fernanda Gama, titular e auxiliar da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís, respectivamente.

A saída dos beneficiados aconteceu após reunião designada pela portaria para as 10h da manhã desta terça-feira (15), que servirá para repassar advertências, esclarecimentos complementares e assinatura de termo de compromisso pelos presos. O retorno deve acontecer até as 18h do dia 21 de abril.

As saídas temporárias têm base na Lei de Execuções Penais (artigos 122 a 125). De acordo com a LEP, “a autorização será concedida por ato motivado do juiz da execução, ouvidos o Ministério Público e a Administração Penitenciária e cumpridos os seguintes requisitos: comportamento adequado; cumprimento mínimo de um sexto da pena, se o condenado for primário, e um quarto, se reincidente; compatibilidade do benefício com os objetivos da pena”.

Durante o período do benefício, os internos contemplados com a saída temporária não podem se ausentar do Estado, ingerir bebida alcoólica, portar armas, frequentar festas, bares ou similares, devendo se recolher às suas residências até as 20h.

De acordo com a portaria, os apenados estão autorizados a “visitar os familiares em comemoração à Semana Santa” com base na Lei de Execuções Penais (artigos 122 a 125).

Na lista, estão os detentos que cumprem os seguintes requisitos: comportamento adequado, cumprimento mínimo de um sexto da pena se o condenado for primário, e um quarto se reincidente, compatibilidade do benefício com os objetivos da pena.



Eduardo Campos e Marina Silva, juntos para um país melhor!

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) anunciou nesta segunda-feira (14), em Brasília, a pré-candidatura do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e da ex-senadora Marina Silva para concorrer à Presidência da República nas eleições de outubro. Presidente nacional do PSB, Campos deve encabeçar a chapa e terá Marina como vice.

A formalização da chapa socialista, com a homologação das indicações, deve ocorrer somente em junho, durante a Convenção Nacional do PSB. O anúncio da chapa nesta segunda foi feito pelo primeiro-secretário nacional do PSB, Carlos Siqueira.

"As lideranças e os militantes do partido delegaram aos líderes do PSB, Eduardo Campos, e da Rede, Marina Silva, a tarefa de representá-los nesse processo eleitoral como pré-candidatos à Presidência da República [...]. A campanha da chapa se confirmará pela convenção de junho seguirá os seguintes princípios [definidos pelo partido]", disse Siqueira.

O anúncio de que Eduardo Campos vai concorrer à Presidência tendo Marina como candidata a vice não impede que a chapa seja invertida em até 20 dias antes do dia das eleições, 5 de outubro, conforme calendário do Tribunal Superior Eleitoral.

O anúncio oficial da chapa Marina Silva-Eduardo Campos era esperado desde que a ex-senadora se filiou ao PSB, em outubro de 2013. A filiação ocorreu após a Rede Sustentabilidade, partido que Marina tentou fundar, ter o seu registro rejeitado pelo Tribunal Superior Eleitoral. A Corte considerou não haver comprovação do número mínimo de assinaturas previsto em lei para a fundação de partidos.




Complexo de Pedrinhas, em São Luis
Um detento identificado como André Valber Mendes, de 26 anos, foi encontrado enforcado na noite dessa segunda-feira (14) no pavilhão Delta do Centro de Detenção Provisória (CDP), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas , em São Luís. Com a morte, que é a terceira desde o sábado (12), subiu para sete o número de mortes no local em 2014. Em todo o Maranhão, já são dez presos mortos este ano. A Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária ( Sejap) confirmou a morte, mas ainda não divulgou nota oficial sobre o caso.

Nesse fim de semana, o detento Wesley Sousa Pereira, de 23 anos,  foi encontrado morto no Presídio São Luís I, e de João Altair Oliveira Silva, 18, na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ), ambas unidades prisionais do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

A Sejap pediu, nessa segunda-feira, a prorrogação do prazo da situação de emergência no sistema carcerário doMaranhão. Segundo a secretaria, apesar das medidas tomadas nos últimos seis meses, vários problemas ainda precisam ser solucionados.

No dia 21 de março a Sejap solicitou ao governo do Estado que estendesse por mais 180 dias o prazo para a reformulação do sistema carcerário maranhense. O Estado decretou a situação de emergência no sistema prisional em outubro do ano passado, diante de uma crise que começou com motins e rebeliões, se agravando com as violentas mortes dentro dos presídios.

Do G1 MA



Porta da prefeitura isolada com madeira

Quando você acha que já viu de tudo, sempre pode piorar. Ainda mais quando se trata da administração da prefeita Lidiane Rocha no município de Bom Jardim.

Durante a noite desta segunda-feira (14), homens da prefeitura, a mando da gestora, isolaram a principal porta de acesso a prefeitura municipal de Bom Jardim. Tal ação chamou bastante atenção da população do município, onde tem vivido o seu pior momento administrativo da história.

Segundo informações, o isolamento da porta seria uma forma de conter a manifestação que acontecerá, nesta manhã de terça-feira (15), realizada por professores que reivindicam os salários que estão atrasados, entre outros.

Porém, a manifestação será pacífica e não justifica tal ação da prefeita. Talvez seja pelo fato da prefeita não ter coragem de olhar na cara da população, que a colocou no poder.


Com informações do bomjardimma.com



Prefeita de Santa Luzia do Paruá, Dra. Eunice Damasceno
Para um município como Santa Luzia do Paruá, que atualmente tem cerca de 22 mil habitantes, e um gasto de mais de R$ 2 milhões para aquisição de materiais de consumo e impressão de material gráfico a serem utilizados no município, é um absurdo.

O valor total do investimento realizado pela prefeita Dra. Eunice Damasceno, em material de consumo e impressão de material gráfico chega a um total de R$ 2.588.737,30 (dois milhões, quinhentos e oitenta e oito mil, setecentos e trinta e sete reais e trinta centavos). Foram assinados dois contratos com a mesma empresa, a A Alcantara Silva – ME. Com material de expediente, didático e armarinho, o contrato é de R$ 1.689.283,30 (um milhão, seiscentos e oitenta e nove mil, duzentos e oitenta e três reais e trinta centavos).

Já para a prestação de serviços de impressão de material gráfico, o valor é de R$ 899.554,00 (oitocentos e noventa e nove mil, quinhentos e cinquenta e quatro reais). Os documentos foram assinados em 3 de janeiro, com prazo de execução até 31 de dezembro de 2014.

Enquanto isso, o município vive o descaso da gestão da prefeita Dra. Eunice, com alunos sem aulas e professores em greve. (Com informações do Blog do Raimundo Garrone)



Rua 13 de Maio, beneficiada com o calçamento

Prefeito Valmir Amorim, transformando o município de Araguanã
A prefeitura de Araguanã acelera cada vez mais os investimentos em melhoria da qualidade de vida da população araguanense. E um dos principais eixos desse avanço está sendo dado em obras de calçamento de ruas em vários pontos da cidade. Ruas estão ficando de cara nova melhorando a circulação de veículos e pedestres, além de criar locais mais saudáveis e valorizados.

Nessa primeira etapa, as obras de calçamento das ruas já estão em fase de conclusão, sendo já, seis ruas beneficiadas com as ações de pavimentação em bloquetes, sendo as Ruas 13 de maio, Alegria, Duque de Caxias, Estrela, São Francisco e Herculano Parga, totalizando cerca de 1,2 km de calçamento.

Novas etapas de calçamento em bloquetes estão programadas para ser iniciadas ainda este semestre trazendo melhorias na infra-estrutura de vários pontos da cidade. O prefeito Valmir Amorim, já anunciou mais 1,5 km de calçamento de bloquetes para segunda etapa, onde beneficiará mais ruas.

Rua São Francisco em fase de conclusão
Segundo o prefeito Valmir Amorim, contou que desde que assumiu o município, estabeleceu como uma de suas metas principais pavimentar a cidade:  “Estamos trabalhando com grande parte de nossos recursos e buscando junto a todas as esferas dos governos cada vez mais verbas para obras dessa natureza, essa é a meta. Para isso traçamos um cronograma sério e estamos trabalhando projetos bem feitos e sólidos que aos poucos vão se transformado em obras para a população de Araguanã. Vamos dar orgulho a muita gente de morar e viver nas suas comunidades, pode escrever,” concluiu o prefeito.

Apesar das chuvas atrapalharem um pouco, as obras de calçamento das ruas seguem, assim como em outras localidades do município que também estão sendo preparadas para receberem pavimentação asfáltica, como a Rua do 8, Rua do Arame e o Povoado Curva da Linha.

Trecho 1 da Rua Herculando Parga
Trecho 1 da Rua da Alegria
Trecho 2 da Rua da Alegria
Trecho 1 da Rua da Estrela


Por Bispo Dom Carlo Ellena



Olhando os arquivos do meu computador, chamou-me a atenção um artigo que escrevi no ano de 2008. Li atentamente e percebi que é ainda muito atual, aliás mais atual do que nunca, depois das semanas de luto que a nossa Cidade viveu. Infelizmente a ladainha do mortos assassinados só faz é aumentar. Aos nomes contidos no artigo precisaríamos acrescentar outros bem mais recentes: Alexandre, Jane da loja Moto Honda, a mãe assassinada pelo filho... acidentes de trânsito, estupros, roubos... sem conta. E ainda outros, que já passaram no esquecimento da maioria das pessoas. Só ficam na lembrança e no sofrimento do coração dos parentes. Vale ainda a pergunta: Zé Doca, para onde vais?


Vale à pena reler e refletir.
Agora que “a poeira sentou”, os sentimentos de vingança se acalmaram, as fofocas se dissolveram, as tristezas foram um pouco aliviadas com a força da fé e com a amizade de pessoas amigas, familiares e povo em geral... agora, talvez, seja o tempo oportuno e melhor para pensar, refletir com seriedade, sem animosidade, deixando até um pouco de lado o “emocional” que sempre não deixa de atrapalhar.
Este ano de 2008 – estamos quase no fim – não foi muito positivo para a Cidade e a sociedade de Zé Doca. Lembramos uns acontecimentos que marcaram a todos nós:
- em janeiro houve um morto durante um assalto a Banco em Maracaçumé; - mais um homem foi morto à bala em Araguanã;
- houve uma chacina na periferia da Cidade de Zé Doca: oito pessoas da mesma família foram violentamente e covardemente assassinadas por um punhado de Reais;
- aconteceram alguns (nem lembro quantos!) acidentes de trânsito envolvendo motos, carros, pedestres idosos no atravessar da estrada (será que o novo asfalto trouxe coisas tão ruins?);
- também tivemos acidentes involuntários com armas de fogo;
- um corpo foi encontrado perto do matadouro;
- um acidente abalou a Cidade e a colocou durante três horas em estado de guerra: no fim se contaram dois mortos, diversos feridos, tentativa de linchamento, quebra-quebra no Hospital Municipal com destruição total e absoluta impossibilidade de atendimento nas salas reservadas à emergência, seis viaturas incendiadas, treze pessoas atrás das grades e muito medo;
- duas semanas atrás, a Cidade acordou com a notícia do estrangulamento e quebra do pescoço de duas crianças – 9 e 13 anos – jogadas, depois, nas águas barrentas de um açude: o indiciado pelo crime foi preso em flagrante, mas houve tentativa de linchamento... e outras ocorrências chegam aos ouvidos do povo sem que a Cidade chegue a ter conhecimento certo.
ZÉ DOCA, PARA ONDE VAIS?
Escrever, por alto, estes acontecimentos, parece até que Zé Doca seja ou tenha-se tornado uma zona de guerra. Mas não é bem assim não.
 A Polícia, embora com poucos homens e poucas viaturas mal equipadas, fez um trabalho louvável de contenção segurando o que poderia se tornar bem pior. A mão pesada demonstrada trouxe de volta a confiança e a ordem aos cidadãos.
A Justiça também recolheu os culpados ou indiciados: ela acalmou e resfriou os ânimos que não tinham mais controle.
ZÉ DOCA, PARA ONDE VAIS? Por que tudo isso?
Cada um tem as suas respostas. A Polícia e a Justiça também. A população encontra respostas na base da emotividade. Quem sabe o que poderiam nos dizer os psicólogos, os sociólogos ou os antropólogos?  Eu também, bispo desta Cidade e desta Diocese, refletindo, encontrei as minhas respostas ou tentativas de explicação.
A perda dos valores fundamentais, humanos e cristãos, é evidente e piora cada vez mais. Às vezes é a inversão dos valores que preocupa e causa estragos na sociedade. A palavra certa seria: estamos vivendo um período de “loucura” que, etimologicamente, quer dizer dar muito valor a coisas que não têm valor, porque não são valores da humanidade em geral (nem preciso falar aqui de valores cristãos!) nem para quem vive e cultiva uma fé cristã séria. Falo em “loucura”, em inversão de valores, e não falo em “doidice”: esta é uma doença e precisa consultar um psiquiatra e procurar um hospital adequado... Exemplo de valores humanos e universais para todos os tempos, todas as idades e todos os homens de todos os tempos: a honestidade, a sinceridade, o respeito pelas pessoas e pelas coisas dos outros ou da sociedade, a educação, o trabalho, a família construída segundo o plano do Criador...
Frequentemente estes valores são declassados ou rebaixados e prevalece, em seus lugares, a desonestidade (roubo, assalto, subir na vida a todo custo nem que seja passando uma “rasteira” no outro ou pisando e humilhando quem quer que seja), a falsidade, o desrespeito...
Esta loucura tem causas:
- a grande desigualdade social (uma minoria, que enriquece demais e muito rapidamente, à custa de uma minoria que vive na miséria e na pobreza) alimenta a inveja, a vontade de imitar e de experimentar: “deu certo para outros, por que não pode dar para mim também?”;
- a facilidade de mudar de “estado de vida” apostando nos desvalores, favorece a micro e mega criminalidade;
- os Meios de Comunicação Social apresentam e evidenciam demais os fatos negativos que, na mente de muitos, parecem se tornar regra de vida, precisando apenas usar “esperteza” (sabedoria mal entendida) para escapar;
- a falta de instrução e educação: estes valores deveriam formar e sustentar a sociedade sadia e promover o verdadeiro progresso, mas cadê a frequência, a seriedade e a eficiência da escola e do estudo?
- as famílias cada vez mais estão se desagregando: na mesma TV e nas numerosas telenovelas, dificilmente são apresentadas famílias verdadeiras e estáveis: sempre há esposo traindo a esposa, marido procurando outra mulher, sempre o dinheiro é abundante para viagens, restaurantes, festas, casas de luxo, presentes caríssimos...e nunca se apresenta o trabalho como valor e fonte honesta de sucesso e do “subir na vida”;
- o incentivo ao sexo em todas as idades tem como única barreira a proteção através da camisinha com propaganda muito bem realizada e apresentada e, sem perceber ou se dar conta, embutido o incentivo à prática sexual em todas as formas: daí as doenças que assolam países, daí gravidez indesejadas e imaturas, daí paternidades e maternidades irresponsáveis...: combater as doenças sexualmente transmissíveis e as gravidez precoces é combater os efeitos e não as causas, quer dizer uma coisa perfeitamente inútil. Mas dá lucro a muitas grandes empresas.
Acrescente-se o momento forte das eleições administrativas municipais, vivido ultimamente por todos nós: durante três meses, toda noite, nos comícios ou encontros ou reuniões, sempre se salientaram, unicamente ou prevalentemente, as coisas negativas, que existem certamente e são muitas e graves, ninguém duvida, mas nunca ou bem pouco se evidenciaram programas, iniciativas, planos para reerguer a sociedade. Isso tudo encharcou o nosso povo, que ficou tinindo de vontade de mudar as coisas e bastou um estopim ou uma faísca para fazer explodir a violência, a insatisfação, a vontade de mudar a qualquer custo e preço.
ZÉ DOCA, PARA ONDE VAIS?
Esta atitude não leva a lugar nenhum. Zé Doca, pára para pensar e refletir. Coloca um pouco de Deus no coração, na tua vida, pois a falta de Deus tudo destrói. Não adianta ter muitas e bonitas Igrejas se não há valores, se não se frequenta para escutar a Boa Nova e os valores que Cristo propõe e procurar viver esta proposta divina na família, na escola, na rua... Com certeza teríamos menos famílias chorando e criminosos fugindo.
 ZÉ DOCA, NÃO DELIRAR.
Na língua latina, o verbo “delirar” quer dizer “sair do trilho, sair do sulco”. A tua missão, Zé Doca, é grande e é cristã. Só estes valores podem trazer o que mais tu desejas: paz, honestidade, estima, sinceridade, partilha, bondade, respeito e amor.
Nós cristãos católicos, dia 15 de novembro passado, celebramos o Jubileu de Prata de nossa Diocese: 25 anos de existência vivendo uma missão evangelizadora e nos deixando evangelizar. A festa foi grande e bonita. Fazendo memória dos acontecimentos, durante os 25 anos, descobrimos coisas negativas, pecados e omissões – somos povo santo e pecador, como dizemos na celebração da Missa – mas, sobretudo, descobrimos 25 anos de realizações boas, de Evangelho levado a tantas pessoas e vivido com dedicação. Concluímos, na nossa avaliação, que Zé Doca não tem apenas coisas negativas: nela há tanta positividade e acontecem tantos momentos de Bem e de Bom.
ZÉ DOCA, TU PODES MUDAR DE RUMO.
Deixa o mal, cultiva o bem. Zé Doca tem jeito sim, depende de mim e de você. 
Estes já são os votos para a próxima festa da Páscoa do Senhor Jesus Cristo.
Bispo Dom Carlo Ellena

Moto apreendida com o menor, roubada em Belém/PA

Em mais uma ação da Guarnição da Polícia Militar de Maranhãozinho, foi apreendido o menor de inicias E.R.S de 17 anos, morador da Quadra 35 do município de Centro Novo do Maranhão, suspeito de praticar vários vários  assaltos na zona rural entre os municípios de Centro Novo e Centro do Guilherme.

Arma de brinquedo era utilizada para cometer assaltos
Com o menor foi encontrado um revólver de plástico e uma motocicleta de marca modelo/honda, CG 125 FAN KS, cor preta, ano 2009, placa NSE-4776, de Belém do Pará, registrada no nome de Manoel de Alencar Pereira Oliveira.

A mesma foi furtada na cidade de Belém/PA. O referido menor foi encaminhado pra Delegacia de Centro Novo, onde já tem passagem por tentativa de homicídio e maus tratos contra  sua companheira, também menor de idade e se encontra a disposição da Justiça.




Corte da fita de inauguração da Escola do assentamento 16 de abril, em Governador Newton Bello

A prefeitura de Governador Newton Bello, inaugurou na tarde deste sábado (12), uma escola de educação infantil e ensino fundamental na zona rural do município.

Escola com 4 salas de aula inaugurado no assentamento 16 de abril
A Escola Municipal Florencio Rodrigues Reis, construida no assentamento 16 de Abril, cerca de 12km, da sede de Governador Newton Bello, foi uma prioridade do governo da prefeita Leula Brandão,  onde visa melhorar a qualidade do desempenho escolar e dar uma melhor qualidade de ensino para os alunos da comunidade.

Salas de aula com carteiras novas
Em clima bastante festivo, participaram do evento os Secretários; de Administração Brandão Netto, representando a prefeita Leula Brandão, que por motivo de saúde não estava presente, de Infraestrutura Venilson Xisto, o adjunto de obras, Valdinar,  o de Cultura Sales, a Presidente da Câmara vereadora Eliene, os vereadores Carlos Sucesso e Dulce, além da liderança comunitária do assentamento Neto do Alto da Cruz e o diretor da escola Aldenair Morais, entre outros.

A cerimônia de inauguração da escola foi prestigiada também pela população local e pelas crianças que serão beneficiadas com a nova unidade de ensino. Na ocasião, houve churrasco e música ao vivo.

A escola conta com 4 salas de aula, sala de informática, cantina, diretoria e banheiros. Lembrando que a escola foi abastecida por carteiras novas, recém adquiridas para atender a demanda das unidades de ensino do município.

Secretário de Administração Brandão Netto representando a prefeita na solenidade de inauguração
Para o Secretário de Administração Brandão Netto, a concretização de mais essa escola reforça a política de padronizar o ensino de qualidade para zona rural. “Investir na educação de nossas crianças é a forma mais duradoura de trazer o desenvolvimento social para Governador Newton Bello. Hoje entregamos mais essa obra valiosa para nossa zona rural. Talvez não tão grande em metros quadrados, mas gigante pelo seu papel na edificação do futuro de nossas crianças da zona rural”, enfatizou o secretário.

Netto externou ainda a alegria de poder juntamente com a equipe de governo realizar o sonho dos moradores da 16 de abril, com a construção da escola.

Ele frisou ainda que é conhecedor da realidade da 16 de abril, dessa forma, fica mais fácil trabalhar e beneficiar a comunidade, que antes da gestão da prefeita Leula Brandão era esquecida. “Esta Escola não é nossa, ela é de vocês, por isso estamos apenas neste momento solicitando à comunidade que cuide deste colégio como a sua segunda Casa”, pontuou o secretário, que ainda anunciou que a comunidade será contemplada também com um Sistema de Abastecimento D’agua na comunidade, levando água de qualidade a todas as casas da comunidade, que é o grande anseio deste povo, disse Netto.

Os vereadores, Carlos Sucesso, Eliene e Dulce que participaram da inauguração também discursaram e externaram grande felicidade de participarem de mais uma ação histórica na zona rural, os três edis enfatizaram o compromisso com a educação do município, e mais uma vez elogiaram e agradeceram ao total apoio do prefeita que sempre priorizou a educação como bandeira de sua administração.

Área interna da escola inaugurada
Carteiras novas nas salas de aula da escola
Momento do corte da fita de inauguração
Secretário de Obras, Venison Xisto
Lider comunitário Neto do Alto da Cruz
Vereadora Dulce
Vereador Carlos Sucesso
Moradores e alunos presentes na inauguração da escola
Secretário de Cultura Sales e Neto do Alto da Cruz
Ex-vereador Barão
Diretor da Escola Aldenair Moraes
Vereadora  e Presidente da Câmara Eliene
Brandão Netto fala aos moradores da comunidade
Lideranças presentes na inauguração
Sec. de Obras Venilson, Brandão Netto e vereadores



É FARRA PORRA! EM ZÉ DOCA!

É FARRA PORRA! EM ZÉ DOCA!

Publicidade

Publicidade

Vem aí! Em Araguanã

Vem aí! Em Araguanã

Faça sua Pesquisa

Carregando...

Curta minha Fan Page

Arquivo do blog

Postagens populares